Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017
 
 

Comissão organizadora divulga programação do Congestas 2017

Postado por Ecogestão Brasil, em 16 de outubro de 2017  •  Comentários (0)   

 

A Comissão Organizadora do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017 divulgou a sua programação. Nesta quinta versão do Congestas 2017 estão previstos nove palestras, oito mesas-redondas e cinco mini-cursos. A palestra de abertura, intitulada Bem Viver: respondendo para que nos serve a gestão ambiental e sustentabilidade será proferida pelo Professor Dr. Carlos Alberto Cioce Sampaio, que está estabelecido na Universidade Regional de Blumenau, no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, em nível de mestrado e doutorado, além de ser coordenador da Área de Ciências Ambientais da CAPES, pesquisador de produtividade do CNPq, professor do Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental (Universidade Positivo) e Meio Ambiente e Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento (Universidade Federal do Paraná). Colabora no Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana (Pontífice Universidade Católica do Paraná). Bem como é visitante do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento à Escala Humana e Ecologia Ecológica (Universidade Austral de Chile). Tendo uma centena de artigos publicados e 170 trabalhos em anais de eventos nacionais e internacionais, além de 10 livros e 55 capítulos.

O Congestas 2017, que chega a sua quinta edição, será realizado em João Pessoa (Paraíba), no Auditório do Centro de Tecnologia da Universidade Federal da Paraíba, no período de 11 a 15 de dezembro de 2017, com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPB), da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Paraíba (CAU/PB), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Federação das Indústrias da Paraíba (FIEP), da Rede de Educação Ambiental da Paraíba (REA/PB) e de outros parceiros.

Os trabalhos completos a serem apresentados na versão 2017 do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, poderão ser enviados, exclusivamente por meio eletrônico, até o dia 20 de novembro de 2017, e devem estar relacionados com um dos eixos temáticos do Congestas 2016, ET-01 - Gestão Ambiental, ET-02 - Saneamento Ambiental, ET-03 - Meio Ambiente e Recursos Naturais, ET-04 - Recuperação de Áreas Degradadas, ET-05 - Recursos Hídricos, ET-06 - Energia, ET-07 - Direito Ambiental, ET-08 - Poluição Ambiental, ET-09 - Educação Ambiental, ET-10 - Saúde Ambiental, e ET-11 - Outros. Todos os trabalhos aceitos serão publicados nos Anais do Congestas 2016 (ISSN 2318-7603) em meio digital.

Para a participação das atividades do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congrestas 2017, que incluirão palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos, estão sendo esperados profissionais da Bahia, Brasília, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, entre outros Estados, além de Lisboa e Coimbra, em Portugal.


Para a realização das inscriçães no Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, basta acessar a sua página na Internet.

 
 

Inscrições para o Congestas 2017 tem desconto até 15 de outubro

Postado por Ecogestão Brasil, em 1 de outubro de 2017  •  Comentários (0)   

 

Atendendo a diversos pedidos, pesquisadores, gestores, técnicos e dirigentes, do setor público e privado, da áea de Gestão Ambiental, estudantes e demais interessados em participar do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017 terão desconto nas inscrições realizadas até dia 15 de outubro, que corresponde ao primeiro prazo das inscrições com descontos.

O Congestas 2017, que chega a sua quinta edição, será realizado em João Pessoa (Paraíba), no Auditório do Centro de Tecnologia da Universidade Federal da Paraíba, no período de 11 a 15 de dezembro de 2017, com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPB), da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Paraíba (CAU/PB), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Federação das Indústrias da Paraíba (FIEP), da Rede de Educação Ambiental da Paraíba (REA/PB) e de outros parceiros.

Os trabalhos completos a serem apresentados na versão 2017 do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, poderão ser enviados, exclusivamente por meio eletrônico, até o dia 20 de novembro de 2017, e devem estar relacionados com um dos eixos temáticos do Congestas 2016, ET-01 - Gestão Ambiental, ET-02 - Saneamento Ambiental, ET-03 - Meio Ambiente e Recursos Naturais, ET-04 - Recuperação de Áreas Degradadas, ET-05 - Recursos Hídricos, ET-06 - Energia, ET-07 - Direito Ambiental, ET-08 - Poluição Ambiental, ET-09 - Educação Ambiental, ET-10 - Saúde Ambiental, e ET-11 - Outros. Todos os trabalhos aceitos serão publicados nos Anais do Congestas 2016 (ISSN 2318-7603) em meio digital.

Para a participação das atividades do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congrestas 2017, que incluirão palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos, estão sendo esperados profissionais da Bahia, Brasília, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, entre outros Estados, além de Lisboa e Coimbra, em Portugal.


Para a realização das inscriçães no Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, basta acessar a sua página na Internet.

 
 

Uso de drones no monitoramento ambiental é tema de palestra no Congestas 2017

Postado por Ecogestão Brasil, em 24 de setembro de 2017  •  Comentários (0)   

 

O uso de drones, veículos aéreos não tripulados, para o monitoramento, mapeamento de regiões, fiscalização ambiental não é novidade, devido a sua versatilidade e facilidade de operação. Sendo controlados à distância, podem percorrer extensas áreas com baixo custo, se comparado a veículo aéreo tripulado.

Entretanto, o muitas pessoas não sabem é que para o uso dessas aeronaves não tripuladas, é necessário obedecer o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial nº 94/2017 (RBAC-E no 94/2017) da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), bem como das normas de operaçço de drones estabelecidas pelo Departamento de Controle do Espaço A&ecute;reo (DECEA/ANAC) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).


A palestra Uso de Drones na Gestão Ambiental, agendada para o Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, será proferida pelo Geógrafo e Tecnólogo em Geoprocessamento Diego Nunes Valadares, que tem certificado norte-americano em SIG e presta consultoria técnica para levantamentos aéreos com uso de Drones no Brasil, para geração de produtos cartográficos através do processamento das imagens georreferenciadas (Nuvem de Pontos 3D, MDS, MDT, Ortofotomosaico e Curvas de Nível).

Além dos aspectos legais necessários para o uso de drones nos estudos ambientais, a palestra também abordará o potencial desta tecnologia para a geração de informações estratégicas para o planejamento ambiental. Esta tecnologia deve ser usada em favor do meio ambiente, mas deve haver preocupação com os aspectos legais de seu uso.


Estão abertas as inscrições para o Congestas 2017

Postado por Ecogestão Brasil, em 9 de setembro de 2017  •  Comentários (0)   

 

Com o objetivo de debater a importância da gestão ambiental para a garantia do meio ambiente ecologicamente equilibrado e socialmente justo para esta e para as próximas gerações, vários profissionais da área de meio ambiente estão promovendo o Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017. O evento será realizado em João Pessoa (Paraíba), no período de 11 a 15 de dezembro de 2017, no Auditório do Centro de Tecnologia, da Universidade Federal da Paraíba, Campus I, João Pessoa-PB, com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Paraíba (CAU/PB), do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPB), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Federação das Indústrias da Paraíba (FIEP), da Rede de Educação Ambiental da Paraíba (REA/PB) e de outros parceiros.

Esta versão do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017 contará com muitas novidades. Os trabalhos poderão ser apresentados na forma de painéis ou oral e haverá cinco minicursos, à escolha dos congressistas, mediante pagamento de taxa.

A programação está sendo construída e oportunamente será divulgada no portal do congresso assim que os palestrantes forem confirmando.

Para a participação das atividades do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congrestas 2017, que incluirão palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos, estão sendo esperados profissionais da Bahia, Brasília, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, entre outros Estados, além de Lisboa e Coimbra, em Portugal.


Profissionais e ambientalistas discutem em João Pessoa a gestão ambiental e a sustentabilidade

Postado por Ecogestão Brasil, em 8 de agosto de 2017  •  Comentários (0)   

 

O Município de João Pessoa será mais uma vez o palco da edição do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, que tem o objetivo de debater a importância da gestão ambiental para a garantia do meio ambiente ecologicamente equilibrado e socialmente justo para esta e para as próximas gerações. O evento será realizado em João Pessoa (Paraíba), no Auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba, no período de 11 a 15 de dezembro de 2017, com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Paraíba (CAU/PB), do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPB), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Federação das Indústrias da Paraíba (FIEP), da Rede de Educação Ambiental da Paraíba (REA/PB) e de outros parceiros.

Os trabalhos completos a serem apresentados na versão 2017 do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017, poderão ser enviados, exclusivamente por meio eletrônico, até o dia 20 de novembro de 2017, e devem estar relacionados com um dos eixos temáticos do Congestas 2017, ET-01 - Gestão Ambiental, ET-02 - Saneamento Ambiental, ET-03 - Meio Ambiente e Recursos Naturais, ET-04 - Recuperação de Áreas Degradadas, ET-05 - Recursos Hídricos, ET-06 - Energia, ET-07 - Direito Ambiental, ET-08 - Poluição Ambiental, ET-09 - Educação Ambiental, ET-10 - Saúde Ambiental, e ET-11 - Outros. Todos os trabalhos aceitos serão publicados nos Anais do Congestas 2017 (ISSN 2318-7603) em meio digital.

Esta versão do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congestas 2017 contará com muitas novidades. Os trabalhos poderão ser apresentados na forma de painéis ou oral e haverá cinco minicursos, à escolha dos congressistas.

A programação está sendo construída e oportunamente será divulgada no portal do congresso assim que os palestrantes forem confirmando.

Para a participação das atividades do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Congrestas 2017, que incluirão palestras, mesas-redondas e apresentação de trabalhos, estão sendo esperados profissionais da Bahia, Brasília, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, entre outros Estados, além de Lisboa e Coimbra, em Portugal.